Portes grátis para Portugal (excepto envios à cobrança)
  • Terríveis olhos verdes

Terríveis olhos verdes

3,00 €  
IVA incluído

Terríveis Olhos Verdes
MARIO DELGADO APARAÍN


O forasteiro alto, magro e com o nariz tumefacto como um tomate espremido pela mãozita de um macaquinho tirou o sombrero panamá, sentou-se quase na borda da cadeira, como fazem os que supõem estar a abusar do tempo de um hierarca, e apresentou-se dizendo que todo o mundo o conhecia como Sampedro, que nos tempos em que teve de assinar documentos garatujava Sampedro e que, quando uma vez recebeu um par de cheques, há muitos anos atrás, endossaram-nos também no nome de Sampedro, e acrescentou que, naquele momento, estava ali para denunciar a violenta agressão sofrida na noite anterior em casa da enfermeira Guerra, e que necessitava de saber, além disso, o que podia fazer-se a esse respeito, porque aquilo não podia ficar assim.

Prémio Juan Rulfo 2001

×