Portes grátis para Portugal (excepto envios à cobrança)
  • O Rasgo Absoluto

O Rasgo Absoluto

18,00 €  

Sérgio Lima

O RASGO ABSOLUTO, edição DSO (Coimbra, Janeiro 2016) é um livro com 120 páginas de ensaios sobre a collage e a imagem. Capa com reprodução de uma collage por Sergio Lima. A edição é limitada a 100 exemplares.

SERGIO LIMA (Pirassununga, 1939) reside em São Paulo no Brasil. É poeta, cineasta, pintor, crítico e ensaísta e é o principal dinamizador do movimento surrealista no Brasil, com a formação de um Grupo Surrealista de São Paulo desde a década de 60 e mantem em torno de si o grupo activo até à actualidade. Director da revista A PHALA (#1 em 1967, #2 em 2013, #3 em 2015) foi de certo modo através desta publicação que em 1967 integrou então os surrealistas portugueses no movimento surrealista internacional. Em 1967, organizou a pedido de André Breton e o Grupo de Paris, a XIII Exposição Internacional do Surrealismo, na FAAP, em São Paulo, com auxílio de Flávio de Carvalho, de que resultou o primeiro número da revista A PHALA . Tem vasta obra publicada com ensaios e poesia. O seu primeiro texto A planície verde foi publicado no primeiro número da revista de cinema e literatura "Delírio". O seu primeiro livro - Amore (edição Massao Ohno) - teve especial atenção no periódico surrealista francês La Brèche - Action Surréaliste, dirigido por André Breton e em Portugal teve especial destaque com extenso artigo de Ernesto Sampaio na revista Artes & Letras. Dirige actualmente a revista QUIMERA QUE PASSA , revista do Grupo de São Paulo.

×