Portes grátis para Portugal (excepto envios à cobrança)
  • Não sou daqui: eu vim num dorso de vaga

Não sou daqui: eu vim num dorso de vaga

10,00 €  
IVA incluído

«Para a morte dum poeta levo angústia
fato preto e as crateras dos teus olhos

Um boquet de palavras saltitantes
flor amor amizade rapariga
madressilva guarda-chuva
coração e pé-de-salsa

Para a morte dum poeta levo aurora
madrugada tua boca meu olhar e
andorinha
levo uma saudade fina quase triste
meus dois filhos sossegados pela mão
levo os frutos das colheitas atrazadas
levo rosas de papel para os poemas
e um pouco de cal viva pró seu sexo

Para a morte dum poeta levo as ruas
onde os sonhos se estilhaçam
levo as casas onde nascem homens novos
cheios de sol e de sal cheiro de mar
levo as praias sem pègadas
ovos de tartaruga
levo os símbolos que amamos como aos objectos domésticos
hei-de levar uma lágrima se não me esquecer

Para a morte dum poeta levo angústia
e meus dois filhos pela mão

Para a morte dum poeta levo esperança»

 

Não sou daqui: eu vim num dorso de vaga – Candeias Nunes

(prefácio de Jorge Candeias/ capa e composição por Inês Mateus)

×