Portes grátis para Portugal (excepto envios à cobrança)
  • Mishima - Manifesto de Lâminas

Mishima - Manifesto de Lâminas

15,00 €  
IVA incluído

Mishima - Manifesto de Lâminas
 
128 páginas a 4 cores + capas duplas 1 cor + sobrecapa 2 cores

 

Lançado a 25 de Novembro de 2020, 50 anos depois de depois de Yukio Mishima (三島由紀夫 ) se suicidar a 25 de Novembro de 1970 - dia e mês coincidentes com o início da escrita de Confissões de uma Máscara (1949) - eis que lançamos a primeira obra inédita na colecção.

Este "Manifesto" é fruto de uma exposição de trabalhos de Tiago Manuel na sala Mário Cesariny durante o Ciclo Mishima - Um Esboço do Nada, entre 17 de Novembro e 14 de Dezembro de 2008 no Centro Cultural de Belém. 

O trabalho que se publica neste volume é um dos livros que o artista escolheu do universo mishimiano, nomeadamente Confissões de uma Máscara. Dele, segundo João Paulo Cotrim, "fez as lâminas de uma tesoura que esventra a obra, não para a destruir, mas para a homenagear fazendo-a sangrar imagens. Valha-nos S. Sebastião, o do tronco nu em oferenda mística às setas do mundo! (...) Mishima desenhou com a própria carne uma afiado manifesto contra a vulgaridade. Não o do fim, mas o outro, o primordial, revelado por estas imagens: um sabre de palavra."

Obra que abrirá guerras entre os puritanos da Banda Desenhada e do Desenho Conceptual, esta edição inclui o texto "Visões de Mishima" assinado por António Mega Ferreira, entretanto publicado no livro Mais que mil imagens (Sextante; 2020).

×