Portes grátis para Portugal (excepto envios à cobrança)
  • Diário do Ano da Peste

Diário do Ano da Peste

16,60 €  
IVA incluído

Diário do Ano da Peste
Daniel Defoe

tradução: João Gaspar Simões
prefácio: Rui Tavares

Em 1665, a peste grassou em Londres, clamando, em poucos meses, mais de 200 000 vidas. Décadas mais tarde, em 1722, Daniel Defoe, que três anos antes publicara a sua obra-prima, Robinson Crusoe, insistiu na fórmula de sucesso, assente no esbater da fronteira entre documentário e ficção, para registar literariamente o apocalítico flagelo do qual, na melhor das hipóteses, se teria vagamente apercebido na infância. Como assinala João Gaspar Simões na nota introdutória à sua notável tradução, que o presente volume recupera: «Leitura apaixonante, a deste Diário. Se nunca perdemos o sentimento de estarmos a ler um documentário verdadeiro, a cada passo nos esquecemos de que a realidade ultrapassa por vezes a própria imaginação. E assim, lendo um diário que nos parece verídico, é como se lêssemos um verdadeiro romance.»

×