Portes grátis para Portugal (excepto envios à cobrança)
  • Correspondência Fernando Lemos e Jorge de Sena

Correspondência Fernando Lemos e Jorge de Sena

26,00 €  
IVA incluído

Correspondência Fernando Lemos e Jorge de Sena
Fernando Lemos / Jorge de Sena

Documenta, 2022

Apresentação de Perfecto E. Cuadrado.

Transcrição de Isabel de Sena.

Edição, notas, índices de Rui Moreira Leite e Isabel de Sena.

Fotografias de Fernando Lemos.

Em co-edição com a Fundação Cupertino de Miranda.

-

«É verdade mesmo. E agora?

Nobre povo, nação valente!

Infelizmente não posso ir lá tão depressa. Estou, além do mais, num cansaço interior muito estranho. A gente, de repente, ter que acreditar de novo na nossa gente! […]

Dá-me um abraço, nós precisamos fazer força e ficar orgulhosos. Aconteça agora o que acontecer, o troço é irreversível.»

Fernando Lemos, 3 de Maio de 1974

 

«De repente, veio a notícia de novo golpe, e triunfante. E, logo depois, as notícias (e os jornais não deixam lugar a dúvidas) de que o golpe é realmente, em marcha, a revolução que sempre desejámos. Isto devia dar-me uma alegria imensa.

[…] Dá-me igualmente a sensação de que, na verdade, o nosso sacrifício foi ainda pior do que tão amargamente nos pesava, e é feito de um “exílio” que, agora, vai ainda ser mais duro por parecer injustificado. Não é tanto o ter de acreditar na nossa gente que renasce (no fundo nunca deixámos de acreditar), como o sentirmos que, no momento da liberdade, nós somos restos mortais de outro tempo que já não é este. E isto dói como o diabo.»

Jorge de Sena, 9 de Maio de 1974

×