Portes grátis para Portugal (excepto envios à cobrança)
  • Cantos Órficos

Cantos Órficos

14,00 €  
IVA incluído

CANTOS ÓRFICOS
Dino Campana

tradução: Tomás Sottomayor
revisão: Manuel Alberto Vieira
Flâneur, Novembro 2021
111 pp.

-

Foi então que no meu entorpecimento final eu senti com delícia
o novo homem nascer: o homem nascer reconciliado com a
natureza inefavelmente doce e terrível: deliciosamente e orgulhosamente
senti seivas vitais das profundezas nascer do ser: fluir das
profundezas da terra: o céu como a terra no alto, misterioso, puro,
deserto de sombras infinito.
Levantei‑me.
Sob as estrelas impassíveis, sobre a terra infinitamente
deserta e misteriosa, da sua tenda o homem livre estende
os braços ao céu infinito, não profanado pela sombra de Nenhum
Deus.

×