Portes grátis para Portugal (excepto envios à cobrança)
  • Canto de Tebas

Canto de Tebas

12,90 €  
IVA incluído

Canto de Tebas
Miguel Marques

Bookbuilders
Fevereiro 2021

Capítulo perdido de uma outra obra, poesia de um personagem de um romance...

Capítulo não publicado na íntegra no romance Punição (BookBuilders, 2019), o segundo volume da trilogia de Édipo, onde apenas surge o primeiro poema, alinhando os possíveis versos escritos por Isaac Lobo, personagem tornada central na fabulação edipiana escrita por Miguel Marques e iniciada com o romance Cada Vez Mais Forte o Sino (BookBuilders 2017).

Com a sua estrutura triádica, com um Primeiro mover seguido de um Segundo mover (movimentos em palco e com sentidos opostos, executados pelo coro dividido enquanto entoava as antigas odes) e encerrando com o Epodo onde o coro canta a uma só voz e estático ao centro, Isaac faz uso dos hinos compostos pelo pai juntando-lhes a palavra.

Se na abertura do Primeiro mover é a figura da mulher-mãe a base do canto, ao longo da obra e já seguro que no Segundo mover é a mulher-esposa que toma posse das obsessões quotidianas de Isaac, que o tornam refém, com a sua poesia imaginada ou imaginário poético de um possível heterónimo do seu autor. Isaac Lobo, o homem da ciência, o professor de física, mas também da cultura clássica e da religiosidade crescente, cumprindo a transfiguração contada por Sófocles no seu Édipo em Colono, levando a apontar a verdade oculta que neste livro quase é revelada, a da conclusão da trilogia com o romance O Elefante passou aqui a noite.

×