Portes grátis para Portugal (excepto envios à cobrança)
  • A Árvore do Desaparecimento

A Árvore do Desaparecimento

15,86 €  
IVA incluído

Título: A ÁRVORE DO DESAPARECIMENTO

Tradução: Rosa Alice Branco

Autor: Jean Portante

Capa: Lina&Nando

Dimensões: 14 x 21 cm

Nº de pág.: 130

ISBN: 978-989-54205-9-9

ANO: 2019

«(…)O mundo da poesia é um mundo paralelo ao das realidades imediatas. Certamente, de um ao outro uma rede de afinidades desdobra-se, mas a relação é variável ao infinito, ela sofreu retoques, abalos, é este mundo e não é, invertido como num espelho deformante, e o espelho extravasa de forma lúdica, feliz, inquietante e enigmática. Também Jean Portante dirá, por exemplo, que «as árvores são ramificações da sombra», ele descobrirá no côncavo de qualquer relógio «como um sorriso calcinado», e que arde um tigre que escapou de um poema de William Blake, ele dirá das planícies atravessadas que elas são «costas de aranhas» porque «enegrecemos a dormir», ele afirma que «se se aproxima o ouvido/ ouvir-se-á o grito do escuro» e que os troncos das oliveiras, à noite, «contam as suas rugas», ele perguntar-se-á se se pode ser «mais tagarela que a neve» ou se se pode colocar cinza «nas vogais», etc. A arte de Jean Portante relembra a dos poetas barrocos, é um teatro de surpresas da linguagem, uma fusão alegre de imagens, de minúsculos enigmas e de hipérboles. Há qualquer coisa de inesperado, de flamejante, a estranheza do jogo de palavras, não excluindo nunca que os véus se rasguem, que o ser surja da aparência e deixe aparecer o verdadeiro rosto, a angústia de viver, o retomar da subida feliz para o lugar irradiante das origens familiares. É sobretudo a recordação do pai, o luto, na ligação com os motivos recorrentes como o da oliveira, a árvore-pai, a árvore do desaparecimento.» Lionel Ray

×