Portes grátis para Portugal (excepto envios à cobrança)
  • O Desejado. Robot Bimby

O Desejado. Robot Bimby

20,00 €  

O Desejado. Robot Bimby
Jorge Corvo Branco (org.)

Esta colectânea poética surge como o bater da borboleta do robot. No esvoaçar das asas da interrogação de como hoje vêem o Mito do Desejado, aos poetas, escritores e demais, parou-se o voo e lançou-se um desafio/convite na página ÀMARGEM no facebook, a enviarem um poema inédito sobre o tema: D. Sebastião – O Desejado. A este desafio responderam «33» criativas criaturas, oriundas de dois continentes: o africano e o europeu. Ora, para além do número 33 representar o magnetismo, e o Dante dedica, na “Divina Comédia” 33 cantos ao Inferno, outros tantos ao Purgatório e outros 33 ao Paraíso, e o corpo humano contar com 33 vértebras, sem esquecer que é o número atómico do Arsénio. E ao falar no metalóide, lembro serem 33 os símbolos da ordem maçónica onde o 33 é a crista da pirâmide, e lembro que os EUA amassaram Bagdad, no Iraque, situada no Paralelo 33, mais o Irão, que também mora no mesmo Paralelo, não sem antes aquecer Hiroshima e Nagazaki com o terror deixado pelas bombas nucleares, no mesmo paralelo.

Alegremo-nos, pois… a Disneylândia também se encontra no Paralelo 33, Alcácer Quibir: não. Estará aqui a chave da derrota d’O Desejado (?), sem contar que o rei ao morrer não tinha 33 anos, nem o Pessoa, mas Cristo sim, tinha a idade do número místico. Obviamente que o cozinhado tinha de ser um desastre. E aqui entra a função mexer do robot Bimby, para tornar este prólogo uma papa sem fim.

[Jorge Aguiar Oliveira, do Prólogo]

ISBN: 978-989-8592-98-9

Dimensões: 15×19,5 cm

Nº páginas: 104

Ano: 2015

Fora de colecção

Género: Poesia

×