Portes grátis para Portugal (excepto envios à cobrança)
  • O anel dos Löwenskölds

O anel dos Löwenskölds

"Se algum escritor pode ser designado como 'clássico moderno' terá de ser Selma Lagerlöf." Pearl S. Buck (prémio Nobel de Literatura)
"Como quase todas as obras de Selma Lagerlöf, «O anel dos Löwenskölds» é uma parábola moral sobre o bem e o mal; como em quase todas as obras da autora, nenhum leitor se apercebe disso tão cativante é a narrativa." Jostein Gaarder

O General Löwensköld, foi um tremendo herói de guerra mas com a idade os feitos de violência pesam-lhe na memória e decide fazer-se enterrar com o valioso anel que o rei lhe tinha dado por recomepnsa dos seus feitos. Dessa forma a sua família ficaria livre dos fantasmas do passado violento do fundador.

Contudo o anel é roubado e vai trocando de mãos atraindo má fortuna para quem o possui até finalmente voltar à posse da família Löwensköld que, contudo, decide não o enterrar como tinha sido vontade do general.

O anel dos Löwenskölds é o ponto de ligação entre vários personagens e constrói, como outras obras da autora, um retrato de ambições falhadas e sonhos inatingíveis. Lê-se como uma história de fantasmas sem terror, apenas com uma tremenda e pesada premonição de desgraça. Os membros da família Löwensköld vão vendo como as suas vidas e eles próprios são sempre, cada um a seu modo, incompletos e imperfeitos.

Considerado um dos mais emblemáticos romances de Selma Lagerlöf, este pequeno romance constrói uma saga familiar única e é um dos mais importantes romances da literatura escandinava moderna.

×