Portes grátis para Portugal (excepto envios à cobrança)
  • Na Juventude Está o Prazer

Na Juventude Está o Prazer

Autor: Denton Welch (1915 – 1948)
Páginas: 180
Formato: 123 x 200 mm

Tradução de Telmo Rodrigues
Design de Cristina Eleutério Alves

Depois de ser atingido por um carro que o deixou permanentemente inválido com apenas 20 anos, o autor Denton Welch desenvolveu um estilo literário que a Los Angeles Review of Books designou de “Literatura da Convalescença”. Neste caso, uma literatura de afirmação da vida e dos prazeres sensíveis nunca explorados, em que Welch cede ao seu alter-ego Orvil Pym o protagonismo de uma adolescência irremediavelmente perdida.

Neste livro de cariz autobiográfico, Orvil Pym é um jovem de 15 anos em todos os aspectos alheado do seu meio: seja pela morte da mãe, pelos abusos dos seus colegas do colégio interno ou pela sua sexualidade fluida. Em consequência, desenvolve uma vida interior tão rica quanto escapista, diríamos mesmo um olhar formativo de escritor, capaz de reparar com nitidez proustiana nas coisas ínfimas do quotidiano como se fossem acontecimentos estéticos novos.

O auge das explorações sensoriais de Orvil acontece durante umas férias de Verão com o pai e os dois irmãos mais velhos num hotel de classe alta na província. Temporariamente livre do colégio interno e entregue a si mesmo, Orvil parte num périplo de transgressões que são apenas os exercícios necessários a qualquer jovem para descobrir o próprio corpo e identidade.

×